Seguro Desemprego, veja como solicitar!

Quando um funcionário é contratado em uma empresa, essa contratação garante ao funcionário alguns direitos trabalhistas que reservam e reservarão sua integridade, tanto como pessoa quanto profissional. Alguns direitos são muito conhecidos dos trabalhadores, alguns nem todos e nessa onda de benefícios trabalhistas, o seguro-desemprego é categorizado como o mais importante, pois é ele que garante uma remuneração salarial enquanto o ex-funcionário está desempregado e, por consequência, procurando uma nova oportunidade profissional em sua carreira.

Nesse artigo abordaremos as principais questões sobre o seguro-desemprego, o que é, quem tem direito ao benefício, informações importantes sobre as parcelas, como fazer a consulta e o agendamento.

Se essa é a primeira vez que você está para receber o benefício, então leia esse artigo minuciosamente que nele há informações muito valiosas para você. Confira os tópicos a seguir e fique por dentro de tudo relacionado ao seguro-desemprego.

O que é o seguro-desemprego

O seguro-desemprego é um direito trabalhista que garante ao ex-funcionário que foi dispensando de forma indireta, ou seja, não cometeu nenhum tipo de conduta que justificasse sua demissão, um benefício que oferece um auxílio monetário em três a cinco parcelas, de forma contínua ou alternada.

restituiçao imposto de renda

O ex-funcionário poderá dar entrada no seguro através das Superintendências Regionais do Trabalho e Emprego (SRTE), Sistema Nacional de Emprego (SINE), qualquer agência credenciada da Caixa Econômica Federal ou então nos postos credenciados do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE). Uma vez que é dado a entrada do benefício, demora cerca de 20 a 40 dias para que o cidadão passe a receber o benefício, que também é conhecido como auxílio-desemprego.

Confira a seguir quais são os perfis de trabalhadores que podem dar entrada no seguro-desemprego no tópico abaixo.

Quem tem direito

O direito é reservado para todos os trabalhadores formais e domésticos, pescadores e trabalhadores resgatados em condições de trabalhos escravos. Confira a seguir quem tem direito ao auxílio-desemprego:


Trabalhador formal que teve o contrato de trabalho suspenso em virtude de participação em curso ou programa de qualificação profissional oferecido pela empresa empregadora;


Trabalhador formal e doméstico que fora demitido sem justa causa, inclusive para as dispensas indiretas;


Pescador profissional que está passando pelo período do defeso;


Trabalhadores resgatados em condições análogas ao trabalho escravo;


Como receber

O primeiro passo para receber o seu seguro-desemprego é dando entrada no auxílio em alguma agência da Caixa Econômica Federal (solução mais rápida), ou então seguindo as informações inseridas logo no início do artigo (sobre os postos credenciados). Porém antes de dar entrada, o cidadão deverá estar enquadrado nas seguintes condições para poder receber o auxílio:

  • Ter sido demitido sem justa causa;
  • Estar desempregado quando for dar entrada no auxílio;
  • Não possuir renda própria de nenhuma natureza para sustentar a si próprio assim como sua família;
  • Não receber nenhum tipo de benefício previdenciário de prestação continuada, exceto nos casos de pensão por morte e auxílio-acidente;

Depois de ter certeza que você se enquadra em todas essas condições, faça o agendamento do 7º ao 120º dia contando com a data da demissão, para não perder o seu benefício. Na própria agência da Caixa é possível fazer o agendamento e saber, assim, qual será a data para o pagamento da primeira parcela do auxílio. Caso você possua uma conta Poupança ou Caixa Fácil, a parcela de seu benefício será depositada automaticamente.

restituiçao imposto de renda

Aí é só ir em qualquer unidade lotérica, autoatendimento caixa, agências caixas com seu cartão cidadão e a senha devidamente cadastrar para retirar o seu benefício.

Para consultar o quanto você tem pra receber e quantas parcelas ainda faltam para receber de seu auxílio-desemprego, você deverá acessar o site do Caixa Federal pelo endereço e clicar no link que leva para a página do seguro-desemprego. Ali, clique no Botão “consultar saldo” para poder acessar o sistema. Ou então clique nesse link para ir diretamente à página da https://www.restituicaoimpostoderenda.com/.

Caso tenha alguma dúvida pelo que foi dito acima deixe o seu recado agora mesmo para que possamos esclarece-lo para você o mais breve possível. Boa Sorte!!