Conheça o Calendário do Programa de Integração Social – PIS

O PIS (Programa de Integração Social), é um programa criado pelo Governo Brasileiro e administrado pelo Ministério do Trabalho, que tem o objetivo de financiar o pagamento do seguro-desemprego ou abono salarial, tanto para empresas que atuem em setores públicos, quanto as dos setores privados.

Instituído pela Lei Complementar de nº 7/1970, ele é uma contribuição tributária de caráter social que pode ser considerada pelos trabalhadores como um dos principais benefícios relacionados à seguridade social. Além disso, o PIS também possui relações com o Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (PASEP). A partir desta junção surgiu a sigla PIS/PASEP.

Este artigo foi desenvolvido para esclarecer todas as dúvidas dos trabalhadores a respeito do Programa de Integração Social (PIS). Portanto, continue a leitura abaixo para compreender ainda mais informações a respeito deste benefício.

Conheça o Calendário PIS

Os trabalhadores brasileiros que exercem serviços em empresas do setor privados que são cadastrados no PIS (Programa de Integração Social), aguardam todos os anos, o período em que é entregue o Abono Salarial.

Calendário PIS

 

Algumas alterações foram feitas pelo Governo Federal no calendário de pagamento do PIS no ano de 2019, estas que afetaram diretamente os trabalhadores brasileiros. Com ela, o empregado que iria receber o Abono Salarial até o final do ano, passou a receber o pagamento do seu benefício em até três meses.

Para aqueles que não sabem, o valor do Programa de Integração Social (PIS) é equivalente a um salário mínio, ou seja R$ 998,00. Mas, este valor ainda pode sofrer algum tipo de reajuste no início do ano, podendo aumentar o valor do benefício.

Quem tem direito ao PIS

Não é novidade que muitos trabalhadores desejam receber o seu Abono Salarial, mas, eles precisam se enquadrar em alguns requisitos para que possam ter acesso ao PIS.

Calendário PIS

Logo abaixo separamos uma lista com as exigências criadas pelo governo. Acompanhe:


– O trabalhador precisa estar cadastrado no Programa de Integração social a mais de 5 anos;


– Ter sido empregado por pelo menos 30 dias consecutivos no ano base, ou seja, no ano anterior o trabalhador tem que ter exercido serviço para uma empresa por pelo menos 30 dias;


– Ter recebido 2 salários mínimos, no máximo;


– A empresa em que o empregado exercia serviço remunerado deverá ter entregado o RAIS (Relação Anual de Informações Sociais) para o Ministério do Trabalho.


Todas as empresas que zelam por suas obrigações trabalhistas e pelos direitos do trabalhador aderem a entrega do RAIS como um padrão de serviço. E se você atendeu a alguns dos itens listados logo acima, poderá estar cobrando para a empresa o seu benefício do Abono Salarial.

Como é realizado o pagamento PIS

Calendário PIS

 

O pagamento do benefício é realizado integralmente através de lotéricas,postos de atendimento autorizados pela Caixa ou agência da Caixa Econômica Federal.

E para poder receber o pagamento do pis 2020, o cidadão deverá apresentar algum documento de identificação e o seu cartão do cidadão.

Por meio deste cartão, o beneficiário poderá consultar todas as datas de pagamento do benefício de acordo com o calendário do PIS, poderá também ver os valores das parcelas e até mesmo consultar o saldo do seu Bolsa Famílias, FGTS e outros benefícios.

Para realizar este processo, basta que o trabalhador acesse o endereço do portal do cidadão, este que é ministrado pela CEF.


Agora que você acompanhou essas valiosas informações a respeito do Programa de Integração Social (PIS), ficará muito mais fácil saber como receber o seu benefício. Em caso de maiores dúvidas, deixe o seu comentário logo abaixo.